As cinco forças essenciais da mudança

O mundo mudou e agora as organizações enfrentam um estado de constante disrupção.
Para manter a competitividade atual e futura, as organizações devem adotar cinco forças de mudança essenciais e relacionadas, além da transformação digital.
As organizações que usam essas cinco forças para adotar a mudança obtêm mais receita e produtividade, reduzem os custos e geram mais valor para os acionistas.

Original da Accenture

Quais são as 5 forças essenciais da mudança?

O atual ritmo exponencial da disrupção significa que as organizações estão enfrentando um período empolgante de mudança positiva.
Os rápidos avanços em tecnologias emergentes, incluindo computação quântica, IA generativa, Web3, robótica, 5G e o Metaverso Contínuo vêm transformando os setores, capacitando novos modelos de negócio e moldando os modos tradicionais de trabalhar e viver.

Nosso Global Disruption Index — uma medida composta que cobre as mudanças econômicas, sociais, geopolíticas, climáticas, de consumo e tecnológicas — mostra que os níveis de disrupções aumentaram em 200% de 2017 a 2022. Em comparação, o índice aumentou só 4% entre 2011 e 2016. Assim, as organizações enfrentam um estado de mudança permanente num ritmo nunca antes visto.

Para navegar neste ambiente complexo e dinâmico, os executivos precisarão recorrer às cinco forças-chave da mudança:

Adotar e executar a Total Enterprise Reinvention (reinvenção total da organização)
Buscar, criar e destravar Talento
Liderar em Sustentabilidade
Capturar o poder do Metaverso
Alavancar a Revolução Tecnológica Contínua

Cada uma destas cinco forças é distinta e pode impulsionar a mudança numa organização. Mas elas também são profundamente entrelaçadas — o que significa que uma sozinha não é suficiente. Para serem plenamente efetivas, as cinco precisam ser ativadas em conjunto. Ao usá-las de forma combinada, as organizações podem se transformar de modo a acelerar o crescimento e a lhes permitir prosperar ao longo da próxima década.

1. Total Enterprise Reinvention

Total Enterprise Reinvention é uma estratégia consciente que visa a estabelecer uma nova fronteira de performance para as organizações e os setores em que operam. Concentrada em torno de uma forte essência digital, ela ajuda as organizações a acelerarem o crescimento e a otimizar as operações ao transformar todas as partes da organização por meio de tecnologia, dados, inteligência artificial (IA) e novas formas de trabalhar. Enquanto a transformação digital pode mudar elementos individuais dentro de uma companhia, a Total Enterprise Reinvention fundamentalmente muda a organização por inteiro. Ela vincula o que acontece na organização com o que está acontecendo no mundo e incentiva novas habilidades, promovendo um entendimento mais profundo de tecnologia, gestão da mudança, comunicação e colaboração.

Organizações que mais aderem à Total Enterprise Reinvention (chamadas de Reinventoras) conquistam uma vantagem competitiva. Nossa pesquisa mostra que elas geram crescimento 10% maior de receitas incrementais, reduções de custos 13% maiores e 17% de melhorias contábeis. Mas tem algo mais além da linha de resultados: 76% da Reinventoras dizem que o estabelecimento de metas não financeiras é muito importante para o seu sucesso. Dessa forma, elas pontuam 11% mais alto em inovação, 32% melhor em sustentabilidade e 31% acima em experiências dos clientes, fornecedores e funcionários.

2. Talento

Empoderar pessoas é uma parte essencial de qualquer transformação. Em outras palavras, não existe nenhuma estratégia de negócios sem uma estratégia de talento. Na medida em que os CEOs miram novos caminhos para crescer, nossa pesquisa mostra que as companhias podem ganhar um bônus de 11% em produtividade – o principal impulsionador de receitas e rentabilidade – ao destravarem a poderosa combinação de dados, tecnologia e pessoas. Para maximizar o potencial desta combinação, as organizações precisam fazer três coisas:

Acessar talento:

As organizações que usam dados relativos a pessoas e insights para conectar talento mais diretamente a resultados da organização são capazes de alimentar a automação estratégica e transformar as experiências dos funcionários. Através de insights gerados por IA, elas percebem quais as habilidades de que a organização precisa e como atrair pessoas que as possuem. Elas constroem ecossistemas digitais que impulsionam produtividade e colaboração internamente e renovam processos de recrutamento e contratações para encontrar fontes inexploradas de novo talento externamente.

Criar talento:

Estratégias baseadas em tecnologia e insights preditivos ajudam as companhias a identificarem trabalhadores que podem adequar suas capacidades ou receber requalificação para atender a novas necessidades. Elas investem em desenvolvimento de habilidades para alcançar os objetivos de crescimento e construir a infraestrutura para entregar as competências certas no tempo certo na organização inteira, mesmo quando as necessidades se alteram.

Liberar o potencial das pessoas:

Organizações que priorizam as pessoas em qualquer nível e capacitam a colaboração sem limites na organização inteira fazem isto de forma mais efetiva ao empoderarem o CHRO (diretor de RH) para enxergar as oportunidades de crescimento com nitidez.

3. Sustentabilidade

A revolução digital mudou o modo como as pessoas vivem e trabalham; agora, a sustentabilidade também se mostra transformadora. Sustentabilidade inclui uma gama de questões ambientais, sociais e de governança (ESG) como a transição para uma economia de carbono zero, apoio aos direitos humanos e adoção de inclusão e diversidade.

As companhias que focam em questões ESG têm um desempenho financeiro melhor, gerando até 2,6 vezes mais valor para seus acionistas do que seus pares. E os CEOs com quem falamos dizem que posicionar a sustentabilidade como uma parte essencial de seu modelo de negócios é fundamental para se protegerem contra a instabilidade e construírem uma base para a segurança, o crescimento e a resiliência. Eles estão avançando – desde a aceleração das transições net-zero até a construção de cadeias de valor mais eficientes – para incorporar sustentabilidade em suas operações.

O sucesso destes esforços, no entanto, depende do entendimento dos stakeholders para a conexão entre valores e rentabilidade. Por isso, as organizações precisam possuir um DNA de sustentabilidade genuíno para entregar impacto social e uma performance financeira que estimule a confiança entre os stakeholders. Ao fecharem lacunas de consenso e tomarem medidas, as organizações podem ativar a sustentabilidade como uma das cinco forças vitais da mudança.

4. O Metaverso Contínuo

As linhas entre o mundo físico e o digital estão desaparecendo – e o que vem a seguir vai definir uma nova geração. O Metaverso Contínuo é uma gama acelerada de experiências, realidades e modelos de negócio aprimorados tecnicamente. Das camadas digitais no mundo real aos ambientes totalmente virtuais, o metaverso oferece oportunidades infinitas – e, neste estágio embrionário, poucas limitações.

É fácil se perder entre chavões e modismos, mas o impacto destas tecnologias imersivas é muito real. Fábricas inteligentes estão incorporando digital twins em suas operações para melhorar a segurança, a eficiência e o impacto ambiental. As companhias vêm usando sessões virtuais de treinamento para recepcionar novos colaboradores e se conectar a trabalhadores remotos. E novas oportunidades para espaços de consumo que possibilitam a socialização, o entretenimento, o compartilhamento de informação e aprendizado proliferam nestes novos mundos. Os executivos esperam que 4,2% de suas receitas venham do metaverso nos próximos três anos – um valor de US$ 1 trilhão.

Grandes players investem em tecnologia e habilidades que serão necessárias para potencializar esta experiência digital. Mas serão experiências criativas e focadas em pessoas (não só na própria tecnologia) que impulsionarão o sucesso. Para explorar o metaverso como uma força para a mudança, as organizações precisam olhar para o seu potencial humano. Significa construir confiança entre seus usuários e garantir que esta nova tecnologia transformadora não se sobreponha às melhores intenções da sociedade. As organizações devem visar criar um metaverso responsável, no qual tecnologias confiáveis e experiências focadas em humanos entreguem um futuro mais sustentável, diverso e inclusivo.

5. Revolução Tecnológica Contínua

Novas formas de inovação tecnológica – tudo desde biologia sintética e materiais inteligentes até computação quântica e indústria espacial – estão ampliando a imaginação e empurrando os limites do que as companhias podem alcançar.

A computação em nuvem permite às organizações operarem como velocidade e agilidade nunca vistas. A Industry X usa dados e tecnologias como RA/RV, 5G, robótica e digital twins para mudar o mundo da engenharia e produção e, a IA mostra seu potencial de disromper quase todo aspecto de qualquer companhia. Com a tecnologia evoluindo em níveis exponenciais, a mudança não é só inevitável, é uma força contínua.

Passos incrementais não são mais suficientes para se manter. As companhias precisam usar tecnologia para identificar novos modos de alcançar consumidores e construir resiliência organizacional. Para criar inovações impactantes e liderar nos próximos anos, elas deverão capitalizar estes avanços para se transformar continuamente e crescer. Isso significa ver a inovação tecnológica como um imperativo estratégico que guia as decisões na organização toda.

Toda organização precisa adotar a disrupção para se manter relevante no futuro. Ao explorarem a Revolução Tecnológica Contínua como uma das cinco forças-chave da mudança, as companhias podem acompanhar a inovação hoje – e definir o que vem a seguir. .

Melhore os resultados da sua organização com o nosso apoio especializado:

Veja nossas opções de treinamento e desenvolvimento profissional e gerencial
Veja nossa abordagem e nossos diferenciais na consultoria e sugestões de projetos para melhoria de resultados 

Baixe agora o eBook gratuito:
Estratégias para a Transformação Digital 2024
e receba semanalmente as melhores dicas de gestão.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.