Entenda a diferença entre líder e gestor na prática

O modo de gerenciar as empresas sofreu alterações importantes nos últimos tempos. A gestão centralizada e de via única deu espaço para uma gestão feita a várias mãos. por José Roberto Marques, original em Ibccoaching O modo de gerenciar as empresas sofreu alterações importantes nos últimos tempos. A gestão centralizada e de via única deu espaço para uma gestão feita a várias mãos. Neste processo de mudança, surgiram vários cargos e funções voltadas para contribuir assertivamente com este novo modelo de gestão. Além de diretores e proprietários, é possível encontrar a figura do coordenador, do líder e também do gestor. Para muitas pessoas, líder e gestor são sinônimos. Mas, na prática, são cargos e funções bastante diferentes. E você, sabe identificar a diferença entre líder e gestor? Confira abaixo as principais diferenças entre ambos.

Principais diferenças entre líder e gestor

Uma das principais características do líder é que ele nem sempre é alguém com cargo de chefia. O líder pode ser um colega, por exemplo. As habilidades do líder podem ser natas ou desenvolvidas ao longo da vida. Mas, para que estas habilidades se desenvolvam não é necessário conquistar um cargo alto dentro da organização. Se tornar gestor exige que alguém seja nomeado para tal. As habilidades para gestão são desenvolvidas. Mas, as diferenças vão além. Confira!

1- Inspiração e Autoridade

Líderes inspiram equipes, inspiram os colegas de trabalho através de suas atitudes e falas. Líderes são profissionais que inspiram outros profissionais a serem melhores em suas funções. Já o gestor tem seu foco voltado para o gerenciamento de processos, para soluções inovadoras que gerem resultados positivos e satisfatórios para a organização.

2- Questionamentos e Processos

Quando falamos de um líder falamos de alguém que vai questionar os processos da empresa quando notar que algo não está correto ou quando não faz sentido. Isso pode significar, muitas vezes, desafiar a gestão e a diretoria da empresa. Enquanto isso, o gestor manterá seu foco no plano, no planejamento que foi feito, nos objetivos que devem ser alcançados.

3- Confiança e controle

A relação dos líderes com a equipe é pautada pela confiança. Os colaboradores fazem o que o líder pede a elas por confiar que ele pede o que eles podem fazer, em resposta a confiança que eles tem neste profissional. Já a relação dos gestores com a equipe é pautada pelo controle. Controle este que é exercido através de promoções, delegação de tarefas e processos. Isso não significa que o gestor não percebe os talentos de sua equipe, pelo contrário: é de extrema importância que ele saiba quais são os talentos da equipe para traçar as estratégias necessárias para a conquista de resultados satisfatórios. É fundamental dizer aqui que o líder e o gestor têm papéis importantes na organização. Um líder não precisa ser um gestor, mas é totalmente salutar e benéfico que o gestor seja um líder.

Invista no desenvolvimento da gestão e dos gestores para melhorar os resultados da sua organização:

Veja nossas opções de treinamentos Veja nossas abordagens de consultoria 

Cadastre-se e receba semanalmente as melhores dicas e práticas de gestão no seu e-mail.

Na mensagem de boas vindas você receberá o e-book Guia de Planejamento Estratégico para 2023 com o passo a passo do processo de planejamento.