Riscos Negativos

por Fabio Cruz, em http://fabiorcruz.blogspot.com/

Antecipar, na minha opinião, é a palavra mais importante do gerenciamento de projetos, e quando se gerencia os riscos, se aplica profundamente o conceito da palavraantecipar. Um gerente de projetos precisa se preparar para os riscos, antecipar os riscos e por fim manter os riscos sob controle.

Risco, segundo o PMI®, é um evento ou condição incerta que, se ocorrer, tem um efeito positivo ou negativo sobre pelo menos um dos objetivos do projeto.

Bom, o que isso significa na prática?

Todos os ambientes onde os projetos estão inseridos não são 100% controlados, e por isso há incertezas, e estas incertezas se tornam riscos. Vamos a alguns exemplos de riscos negativos:

  • Quando se constrói uma casa, a área externa é altamente afetada pelas condições climáticas, uma chuva, ou uma semana de chuva pode atrasar o enchimento de uma laje de concreto;
  • Um campeonato de surf, depende das condições das ondas, sem o mar não colaborar uma etapa pode ser atrasada em dias;
  • Uma viagem por uma rodovia de 500km, que possui apenas 1 posto de gasolina na metade do trajeto, pode ser interrompida caso este posto esteja fechado;
  • Uma etapa de um projeto que depende exclusivamente de uma única pessoa, pode ser altamente prejudicada se a pessoa ficar doente, sofrer um acidente ou precisar se ausentar por um período.

Como podem ver, são todas situações incertas, que não há como prever com 100% de certeza e muito menos ter o controle absoluto sobre os fatos. Neste momento é que entra o fator antecipação.

Um gerente de projetos, precisa prever estes riscos e se preparar para eles, não podendo se dar ao luxo de ser pego de surpresa por um risco não previsto. Os riscos não previstos são uma das causas de atrasos e fracassos em diversos projetos.

Um triste, mas ótimo exemplo foi o atentado de 11 de setembro, onde várias empresas faliram, porque além de perderem o seu board diretivo, ainda perderam todos os seus dados, informações e backups que estavam guardados e “seguros” na torre ao lado. Quem poderia prever que as duas torres seriam derrubadas ao mesmo tempo? Pois é, depois de 11 de setembro muitos pensamentos mudaram a respeito de riscos.

Por isso um GP não pode conduzir um projeto, seja ele qual for, sem gerenciar os riscos. Portanto, durante o planejamento do projeto pense nos riscos existentes, converse com profissionais especializados, obtenha informações da região como clima, fornecedores e mão de obra, olhe para o seu cronograma e perceba onde estão as atividades e prazos críticos, identifique os riscos possíveis e iminentes que podem afetar o seu projeto, e trace estratégias de respostas a estes riscos.

Por quanto tempo você ficaria embaixo deste morrinho ai, e ignoraria os riscos dele desmoronar?

Então não espere o seu projeto desmoronar, lembre-se que, se você não controlar os riscos, eles vão te controlar e descontrolar o seu projeto.

Invista no desenvolvimento da gestão e dos gestores para melhorar os resultados da sua organização:

Veja nossas opções de treinamentos
Veja nossas abordagens de consultoria 

Cadastre-se e receba semanalmente as melhores dicas e práticas de gestão no seu e-mail.

Na mensagem de boas vindas você receberá o e-book Guia de Planejamento Estratégico para 2023 com o passo a passo do processo de planejamento.