Os vetores da execução da estratégia

por Roberto Campos de Lima, em www.execucaodaestrategia.com.br

Em minha atividade de consultoria procuro, sempre que possível, entender o que preocupa os líderes. Uma das queixas que ouço com frequência é que as grandes iniciativas de planejamento estratégico consomem muita energia, mas sua execução e, consequentemente, seus resultados são frustrantes.
De fato, executar a estratégia é muito mais complexo que planejar. Dentre muitas outras causas, observa-se que o planejamento estratégico tem pouca, ou nenhuma, conexão com as diversas iniciativas de gestão.
Executar a estratégia com qualidade pressupõe uma visão bem mais ampla e integrada das práticas de gestão e vai muito além da realização dos ciclos de planejamento. Uma execução de excelência está apoiada em Seis Vetores que integram a gestão:

Formule uma estratégia clara
Uma boa execução depende da qualidade da própria estratégia formulada. Uma estratégia ruim não é capaz nem mesmo de mobilizar e motivar as equipes para a sua execução. Uma boa estratégia, além de questões mais óbvias como a definição de Missão, Valores e Visão, traz a escolha de um posicionamento de mercado e uma proposta de valor única diante dos clientes. Uma estratégia de qualidade fornece à organização diretrizes claras, capazes de orientar a ação das pessoas e sustentar o posicionamento.

Mapeie a sua estratégia
Como fazer com que todos cheguem ao mesmo destino estratégico, se o planejamento não fala uma linguagem acessível a todas as pessoas pertencentes à organização? É preciso ter, literalmente, um mapa da estratégia que seja capaz de comunicá-la de maneira simples e que, ao mesmo tempo, permita a aferição dos resultados, direcionando as principais ações organizacionais.

Alinhe seus processos, organização e tecnologias à estratégia
A organização segue a estratégia e não o inverso. Após a formulação, é preciso ajustar processos, redesenhar a estrutura e adequar as tecnologias à nova estratégia. Não ajustar a organização às escolhas estratégicas, pode resultar em execução deficiente e num desempenho abaixo do esperado.

Envolva as pessoas na execução da estratégia
Estratégia depende diretamente de pessoas. Para viabilizar uma execução de qualidade é preciso comunicar a estratégia e os resultados obtidos a partir de sua implementação a todos os colaboradores, assegurando que cada indivíduo reconheça a sua contribuição. Além disso, devem ser criados sistemas de reconhecimento e recompensa alinhados à estratégia, assegurando foco na execução das prioridades estratégicas.

Implemente os projetos prioritários
A estratégia depende da implementação de iniciativas capazes de transformar a organização para os desafios futuros. É preciso estabelecer um processo integrado de gestão do portfólio de projetos que permita a alocação dos recursos organizacionais, que são limitados, em função de sua prioridade e, principalmente, possibilite o controle dos resultados gerados por tais iniciativas.

Gerencie a execução da sua estratégia
Não é possível ter uma execução de qualidade sem realizar um acompanhamento constante dos resultados. A chave para o sucesso na execução está em utilizar os Seis Vetores como estrutura para a governança da estratégia. A adoção das melhores práticas em cada um deles deve ser acompanhada de um novo processo de gestão e, principalmente, de uma nova postura da própria liderança, com papéis e responsabilidades claros sobre os objetivos e ações nos diversos níveis e com a estratégia funcionando como espinha dorsal na tomada de decisões.

Artigo publicado na Revista Liderança, Edição Mar/2010

Invista no desenvolvimento da gestão e dos gestores para melhorar os resultados da sua organização:

Veja nossas opções de treinamentos
Veja nossas abordagens de consultoria 

Cadastre-se e receba semanalmente as melhores dicas e práticas de gestão no seu e-mail.

Na mensagem de boas vindas você receberá o e-book Guia de Planejamento Estratégico para 2023 com o passo a passo do processo de planejamento.