Gerações em conflito

em www.hsm.com.br

Como as companhias mediam os conflitos entre as Gerações X e Y? Com essa pergunta, o mediador Eduardo Bom Ângelo iniciou a segunda palestra do dia na Estação de Conhecimento Geração Y, durante a HSM ExpoManagement 2010.

Para ajudá-lo a encontrar as respostas, foram convidados quatro líderes empresariais, representantes das duas gerações: os mais tradicionais Frederico Lima (Ledervin) e Marcos Souza Aranha (iChimps) e os gestores da Geração Y Everson Lopes (Buscapé) e Patrick Flo (Nestlé).

O debate gerou reflexão para os dois lados. Os líderes da Geração X reconheceram pontos positivos nas características dos profissionais Y como, por exemplo, a vontade de executar. Porém, fizeram questão de apontar o excesso de ansiedade como principal ponto negativo dessa geração.

“Vejo um certo conflito dentro das companhias. A dinâmica da Geração Y causa estranheza para outras pessoas. Esses profissionais vivem de hiperlink em hiperlink. É evidente que possuem um grande conhecimento horizontal, mas têm muitas dificuldades de se aprofundar”, disse Frederico. “A Geração X trabalha por exclusão. É isso ou aquilo. Já a geração Y prefere isso e aquilo. É mais impaciente”, acrescentou Marcos.

Por outro lado, os líderes da Geração Y se defenderam enaltecendo a sua capacidade de inovar. “A raiz do conflito está nas mudanças das relações de trabalho. As pessoas, em vez de buscar carreiras de longo prazo, buscam projetos, propósitos e significados. As organizações não estão percebendo e não mediam essas disputas”, criticou Emerson.

“Criar um centro de inovação talvez seja uma saída para as empresas mais tradicionais conseguirem enxergar os benefícios das características Y”, emendou Patrick, um geração Y que sabe muito bem como trilhar sucesso profissional, mesmo trabalhando em uma companhia que carrega grande carga de filosofias da geração X.

“É preciso ter jogo de cintura, chegar com jeito. Temos que dar referência para tentar quebrar essa resistência. Precisamos mostrar resultado por uma série de exemplos. É pegar o gestor X pelo braço e contar uma história que pode ser interessante. Com o passar do tempo, se ganha credibilidade”, finalizou.

Invista no desenvolvimento da gestão e dos gestores para melhorar os resultados da sua organização:

Veja nossas opções de treinamentos
Veja nossas abordagens de consultoria 

Cadastre-se e receba semanalmente as melhores dicas e práticas de gestão no seu e-mail.

Na mensagem de boas vindas você receberá o e-book Guia de Planejamento Estratégico para 2023 com o passo a passo do processo de planejamento.