Blog - Últimas notícias

6 maus hábitos do gerente de projetos ineficiente

O sucesso de qualquer projeto depende de como ele é gerenciado. Todas as ferramentas e tecnologias são inúteis se o gerente de projeto é incapaz de lidar com o projeto. O gerente de projeto é o responsável ​​por criar o ambiente favorável à iniciativa de mudança, interagindo e integrando pessoas e interesses, de dentro e de fora da organização.

por Joel Solon Farias de Azevedo, PMP, CBPP
Sócio-diretor da ProValore

Inspirado em http://www.thinkingportfolio.com/6-bad-habits-of-ineffective-project-managers/

Se você trabalha direta ou indiretamente com gestão de projetos, ou pretende ser um gestor bem-sucedido, deve evitar ao máximo estes conhecidos maus hábitos.

  1. Nunca está disponível – é aquela entidade difícil de ser acessada, quase inalcançável. O gerente de projeto é o ponto de contato, a referência interna e externa do projeto. E projeto vive de informação das pessoas, na maioria das vezes informações tácitas, que não estão explicitadas formalmente na organização ou fora dela. E o gerente é o único responsável por responder a perguntas das diversas partes interessadas, internas ou externas à organização. A baixa disponibilidade é indicador claro de incompetência gerencial e de liderança.

Alertas para o escritório de projetos e gestão de portfólio:
Indicador 1 – despriorização do projeto em relação à outras atividades
Indicador 2 – incompetência gerencial e de liderança
Indicador 3 – predominância do perfil técnico em relação ao perfil gerencial

  1. Baixa delegação ou delegação ineficaz – Bons gerentes são integradores em todos os níveis, inferiores e superiores. Fazem acordos e confiam nas pessoas, transferem autonomia e responsabilidade. Baixa delegação demonstra que o gerente não confia na equipe ou que é incapaz de delegar, é alguém orientado à execução das tarefas e não ao gerenciamento. É indicador claro de incapacidade gerencial e de liderança, que tem como resultado o microgerenciamento e a execução por parte do pseudo gerente.

Alertas para o escritório de projetos e gestão de portfólio:
Indicador 2 – incompetência gerencial e de liderança
Indicador 3 – predominância do perfil técnico em relação ao perfil gerencial

  1. Não planejar com antecedência – um projeto é uma solução e uma intervenção de mudança para um problema conhecido, que foi escolhida dentre várias propostas. E esta proposta foi escolhida depois de comprovada a sua adequação e viabilidade técnica, operacional e financeira. Se o seu projeto não passou por este rito, ele pode não ser um projeto, pode ser apenas uma ideia, uma intenção. E acredite, pessoas bem ou mal-intencionadas aprovam ideias mirabolantes e as transformam em projetos inúteis. Acontece. Todo dia.

Alertas para o escritório de projetos e gestão de portfólio:
Indicador 4 – baixa orientação estratégica
Indicador 5 – baixa orientação a resultados
Indicador 6 – baixa capacidade analítica e de planejamento

  1. Ignorar problemas, fingir que eles não existem – um gerente existe para tomar decisões não programadas, em situação de exceção. Se não o faz, não é gerente. Se o problema está fora de sua alçada decisória e ele não escala para o escritório de projetos ou à administração superior, também não é gerente. Se é incapaz de operar na identificação, análise e solução de problemas, também não é gerente. Um dos maiores problemas conhecidos em projetos é operar na premissa falsa de que a equipe é competente, quando não é. E o gerente finge que não vê isto, não substitui as pessoas, não negocia e não traz para o projeto as pessoas com as competências necessárias e suficientes à execução do projeto.

Alertas para o escritório de projetos e gestão de portfólio:
Indicador 2 – incompetência gerencial e de liderança
Indicador 6 – baixa capacidade analítica e de planejamento
Indicador 7 – baixa orientação à gestão de mudanças

  1. Falta de comunicação ou comunicação insuficiente – o gerente é o ponto de contato e de integração das partes interessadas no projeto, internas e externas à organização, mais notadamente com clientes e membros da equipe. E é quem recebe informações de todas as partes interessadas e é obrigado a repassar as informações, com tempestividade. Mudanças, problemas, riscos e oportunidades devem ser compartilhados e discutidos de forma ampla, visando potencializar os resultados do projeto. Quando o gerente falha nesse processo, o projeto e os seus resultados são colocados em risco, risco este completamente desnecessário e evitável.

Alertas para o escritório de projetos e gestão de portfólio:
Indicador 7 – baixa orientação à gestão de mudanças
Indicador 8 – baixa articulação de relacionamentos
Indicador 9 – baixo trabalho em equipe
Indicador 10 – baixa orientação a clientes

  1. Falta de reconhecimento – projeto é trabalho coletivo, soma de competências individuais, cujo resultado e mérito deve ser obrigatoriamente reconhecido. Ocorre que maus gestores, bem ou mal-intencionados, às vezes se esquecem da importância de elogiar e reconhecer o mérito dos participantes, e até mesmo tomam para si o crédito do trabalho, que não é seu, é de um conjunto de pessoas.

Alertas para o escritório de projetos e gestão de portfólio:
Indicador 8 – baixa articulação de relacionamentos
Indicador 9 – baixo trabalho em equipe
Indicador 11 – ética e comprometimento

Gerentes de projeto ineficazes são tóxicos a qualquer organização. E a sua escolha é fator crítico de sucesso à sustentabilidade das organizações, à medida que precisam constantemente se ajustar às novas e crescentes demandas de seus públicos de interesse.

 

interrogQuer saber mais? Veja nossos cursos na área de Gestão da Estratégia e Riscos, presenciais ou à distância

Fique por dentro das melhores práticas de gestão! Informe o seu email abaixo e receba as nossas publicações.

Cadastre-se e receba semanalmente as melhores dicas e práticas de gestão no seu e-mail. Para lhe auxiliar, preparamos e enviaremos no seu e-mail o e-book Guia de Planejamento Estratégico para 2019.

Baixe grátis o e-book Guia de Planejamento Estratégico 2019. Invista na qualidade da gestão e tenha mais resultados.