Grupo ou equipe?

Alinhamento

por Marco Fabossi em marcofabossi.com.br

Qual a diferença entre Grupo e Equipe? Pessoas que vão ao teatro, por exemplo, são um grupo. Elas, apesar de terem o mesmo objetivo, não se conhecem, quase não interagem entre si, e estão desprovidas de qualquer vinculo ou compromisso com uma liderança. Já o elenco dessa peça de teatro, este sim é uma equipe, porque as pessoas se conhecem, interagem uns com os outros, entendem e respeitam o papel de cada um, têm compromisso com sua liderança, e trabalham juntos para atingir um objetivo comum e específico, que é fazer o melhor espetáculo para “seus clientes”.

Infelizmente, muitas organizações contam com pessoas que trabalham em grupo, onde cada um, ou mesmo cada área, se preocupa apenas com seus próprios interesses e objetivos, ninguém sabe direito o que o outro pensa porque as pessoas não se comunicam, falam de forma política, sem dizer o que realmente pensam. Num grupo, é cada um no seu “quadrado”, cada um por si, comprometendo assim, o resultado de todos. No grupo, o líder está distante das pessoas porque, em geral, julga estar acima delas.

Já o trabalho em equipe começa com objetivos comuns e metas coletivas que sejam conhecidos por todos, onde cada pessoa compreende o que os outros estão fazendo e tem consciência de sua importância para a conquista dos resultados. Numa equipe existe transparência, respeito e colaboração. Nela também existem conflitos, que são resolvidos por meio de diálogos construtivos, com a troca constante de feedbacks, que são dados de maneira transparente, construtiva e respeitosa, onde líderes e liderados dão e recebem feedback, com o objetivo de tornarem-se melhores seres humanos e profissionais a cada dia.

Para que isso aconteça, contudo, o papel do líder é fundamental. Em uma equipe, o líder não se sente ameaçado pelas boas ideias de outros. Em equipes de alto desempenho, o líder é próximo das pessoas, e suficientemente seguro para desenvolvê-las para que se tornem melhores e mais autônomas a cada dia. Ele ajuda as pessoas a reconhecer o valor e o impacto daquilo que fazem, por mais simples que sejam as tarefas. Estabelece a conexão entre o que as pessoas fazem e a grande obra, a grande missão. Quando elas estão apenas enxergando as árvores, mostra-lhes a floresta, assim como um diretor de escola que lembra seus professores: “Vocês não são apenas replicadores de informação: estão moldando o futuro deste país por meio da formação de homens e mulheres de valor”, ou como um mestre de obras que diz aos seus operários: “Não estamos apenas assentando tijolos. Estamos construindo lares para que famílias sejam felizes neles”, porque sabe que este é um dos maiores incentivos que podemos dar às pessoas que estão sob sua liderança: lembrá-las de que o que fazem – mesmo que sejam tarefas simples – é parte de uma grande obra e uma grande missão.

E você? Faz parte de um grupo ou de uma equipe?

Invista no desenvolvimento da gestão e dos gestores para melhorar os resultados da sua organização:

Veja nossas opções de treinamentos
Veja nossas abordagens de consultoria 

Cadastre-se e receba semanalmente as melhores dicas e práticas de gestão no seu e-mail.

Na mensagem de boas vindas você receberá o e-book Guia de Planejamento Estratégico para 2023 com o passo a passo do processo de planejamento.