Blog - Últimas notícias

Métricas de inovação X Métricas de execução

Trata-se de um enorme desafio para os times de inovação estabelecer e implementar métricas de inovação em sua organização. Por quê?

Por Alexander Osterwalder e www.strategyzze.com, traduzido com adaptações por Jeann Vieira

Trata-se de um enorme desafio para os times de inovação estabelecer e implementar métricas de inovação em sua organização. Por quê? Como eles diferem substancialmente das métricas estabelecidas que se concentram na execução.

Infelizmente, organizações maduras frequentemente aplicam métricas de execução – métricas projetadas para gerenciar o negócio existente – para projetos de inovação. Vemos muito isso em organizações com as quais trabalhamos e trata-se de um verdadeiro desafio. A forma como você mede os resultados para um modelo comercial ou uma proposta de valor conhecida e comprovada é totalmente diferente da forma como você mede o progresso num projeto de inovação para um modelo comercial de potencial ainda não comprovado.

O Strategyzer, por exemplo, atualmente trabalha em um projeto de métricas de inovação com três grandes empresas multinacionais. Na tabela abaixo, estão esboçados os desafios que essas organizações enfrentam ao distinguir as métricas de execução e inovação. O mais difícil de “vender” é a mentalidade de que (em projetos de inovação) o “custo do fracasso” é um investimento positivo na aprendizagem. Em execução, o “custo do fracasso” é apenas uma coisa ruim.

O objetivo da tabela abaixo é enfatizar que é fundamental para as empresas projetarem um conjunto de métricas especificamente dedicadas aos projetos de inovação. Se as organizações continuam a aplicar métricas de execução aos projetos de inovação, elas estabelecem suas equipes de inovação para o fracasso e o suicídio profissional. A inovação precisa do próprio conjunto de métricas.

Como sua organização está lidando com métricas para a inovação? Você tem seu próprio conjunto de métricas para projetos de inovação?

  Execução Inovação
Objetivo Mede resultados financeiros Mede redução do risco e incerteza
Métrica Indicadores Chave de Desempenho Teste de hipóteses (verdadeiro/falso)
Risco Sendo interrompido por competidores Implementando uma ideia que não funcionará
Financeira Retorno real de um negócio Retorno esperado de um negócio (a ser testado)
Previsibilidade Alta Baixa
Falha Não é uma opção Parte do processo de aprendizagem interativo
Custo da Falha Resultado negativo “a ser punido” Investimento para aprender o que funciona e o que não

interrogQuer saber mais? Veja nossos cursos na área de Gestão de Processos e Inovação, presenciais ou à distância

Registre-se agora no nosso site, informe seu email no campo abaixo e receba nossos informativos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta